Minha coleção de dvds

Loading...
Tecnologia do Blogger.

Siga-nos

Siga-nos, com o Google+

sábado, 24 de maio de 2014

Os 10 Mandamentos de um Cinéfilo


1) Amem Chaplin sobre todas as coisas
Você pode nunca ter assistido nenhum de seus filme, mas é necessário respeitar tudo que ele significou e continua significando para o cinema. Sir Charles Chaplin foi um dos primeiros, e porque não maior gênio da sétima arte – sendo reconhecido por sua competência como ator, diretor, roteirista e músico, além de ter seu personagem Carlitos como um das figuras mais marcantes do século XX.
Entre seus filmes mais famosos estão Tempos Modernos e O Grande Ditador, nos quais faz críticas abertas e corajosas à exploração do trabalho e ao regime nazista respectivamente. Ainda sim teve uma vida conturbada, inclusive sendo expulso dos EUA durante anos, entre outros acontecimentos marcantes que pode ser vistos no filme biográfico Chaplin, com Robert Downey Jr. e Anthony Hopkins.
Que venham a mim as criancinhas

2) Não deixem de assistir clássicos por já saberem toda a história
Eu já ousei desrespeitar esse mandamento algumas vezes. Provavelmente o exemplo mais marcante que tenha, foi deixando de assistir Psicose em inúmeras situações. Ficava enrolando, para assistir a obra, pois julgava que ela não tinha mais nada para oferecer, já sabia sobre ela: a identidade do assassino, como se desenrolava a história e até mesmo o final chocante. Depois de anos adiando, resolvi dar uma chance ao clássico do mestre do suspense: Fui absorvido por uma atmosfera que só Hitchcook poderia proporcionar, e vi o quanto estava minimizando o filme a meia dúzia de cenas.

3) Façam do ato de assistir bons filmes um hábito 
Existem poucas coisas mais empolgantes para um cinéfilo que saber que ainda existem grandes obras, que ele poderá apreciar pela primeira vez. Então porque não faze-lo eventualmente? Uma, duas vezes por semana, não importa a frequência – afinal, existem milhares de clássicos esperando para serem vistos.

4) Prestigiem os lançamentos de grandes diretores
Os diretores têm indiscutivelmente o maior peso no resultado final de um filme. Então assistir as estréias de filmes, dirigidos por nomes consagrados, é quase sempre sinônimo de um ótimo espetáculo (no mínimo, mesmo sendo fraco, ao menos terá alguma qualidade imbutida, como no recente Austrália de Baz Luhrman). Independente disso, você estará aumentando a bilheteria de profissionais que fazem por merecer.

5) Procurem assistir filmes adequados ao seu estado de espírito
Duro de Matar é um ótimo filme para assistir quando se está estressado. Curtindo a vida adoidado é perfeito sempre para aqueles dias que você não quer saber de trabalhar. A Felicidade não se Compra é ideal para noites pessimistas. Quando você consegue fazer essa relação, você aproveita tudo que a obra tem a oferecer.

6) Estejam sempre aptos a compartilharem grandes filmes
Tire aquele DVD do Golpe de Mestre da estante e empreste para aquele seu amigo viciado em Onze Homens e um Segredo. Quanto mais gente ao seu redor assistindo bons filmes, maior a probabilidade de te chamarem para o cinema assistir Rio Congelado ao invés de Um Hotel bom pra Cachorro.
Antes de George Clooney e Brad Pitt existiam Paul Newman e Robert Redford

7) Não tenha preconceito contra nenhum tipo de filme
Filmes mudos, preto e branco, musicais, franceses, surrealistas ou documentários. Todos os gêneros são recheados de clássicos, que não devem ser privados de serem vistos por preconceito.

8) Conheça os estilos dos grandes diretores
Quando forem assistir obras de grandes diretores, esqueçam de vez aquele estilo de filme hollywoodiano o qual você está acostumado. Não adianta você ir para cinema e espera assistir um filme do Tarantino que não tenham diálogos cotidianos e violência exagerada e desnecessárias ou procurar um filme do Buñuel e ficar reclamando da falta de lógica. Cada um destes profissionais é único, e é isso que os destaca – até mesmo em suas falhas: sejam as péssimas cenas românticas nos filmes de Hitchcook ou a inconstância de qualidade nos projetos de Sidney Lummet.

AIIIII! Que mentiraa… olha quanto sangui ! I até parece q ela ia consiguir matar tantos !1!!! Tarantino SUXXX!

9) Evitem assistir remakes de clássicos, principalmente quando você não assistiu ao filme original
Evite financiar o tráfico refilmagens de obras consagradas. Mesmo que seja uma cópia “cena a cena” como foi o caso de Psicose, ou para a ganhar dinheiro como foi King Kong, de Peter Jackson. A exceção fica por parte das releituras – como foi o caso da Fantástica Fábrica de Chocolate de Tim Burton, que nos mostrou uma visão completamente diferente da história, com direito a Willy Jackson e tudo.
Tudo por um motivo simples: cada vez mais deixam de se pensar em novos clássicos, para se entregar a milhares de remakes, sequências e prequências desnecessárias, como já foi abordadoaqui. Só a título de informação, para exemplificar o que estou dizendo, anunciaram a pouco tempo o assassinato remake de A História sem Fim e já saiu o trailer de uma sequência (!?) de Donnie Darko.

10) Assistam 2001: Uma Odisséia no Espaço algumas vezes – dizem que as respostas para todas as perguntas sobre a vida e o universo estão naquele filme
Mas se chegar apenas a algumas conclusões, não se preocupe – nem mesmo Kubrick entendeu tudo o que está ali.

0 comentários:

Postar um comentário